Vícios posturais podem causar doenças crônicas nas costas e articulações

Saúde Ocupacional - 16/06/2015

O estresse e a má postura durante a jornada de trabalho podem gerar outras doenças que contribuem para a diminuição da produtividade do trabalhador. Saiba mais sobre vícios posturais a seguir.

Vícios posturais podem causar doenças crônicas nas costas e articulaçõesDe acordo com um artigo da Revista Proteção, durante a sua jornada, o trabalhador passa por momentos de estresse e a musculatura tende a se flexionar. O que reduz a circulação sanguínea dos tecidos, comprime articulações, discos e ligações.

Os males dos vícios posturais

Esse esgotamento físico e psicológico, pode diminuir o rendimento do colaborador. E afetar diretamente a produtividade da empresa. Além de acarretar outros problemas de saúde como:

  • enxaqueca,
  • encurtamentos musculares,
  • dores,
  • espasmos,
  • lesões na coluna,
  • lombalgia,
  • dores nas costas,
  • tensões nos ligamentos e em articulações,
  • lesões por esforço repetitivo (LER),
  • distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (Dort)

E, em casos mais graves, dores crônicas, como a escoliose, hipercifose e a hérnia de disco.

Para se ter uma ideia da dimensão do problema, existem cerca de 27 milhões de brasileiros que sofrem com problemas e dores na coluna.

Essa é uma questão que pode não ser somente um produto do estresse, mas de fatores como falta de repouso, noites mal dormidas e uma série de ações má realizadas ou de descuidos.

Quando somados, acabam trazendo um resultado negativo. O resultado disso geralmente costuma aparecer depois de sessões de esforço repetitivo ou depois de um longo dia de trabalho.

A importância dos exercícios físicos para vícios posturais

A matéria citada acima também aborda a importância dos exercícios físicos como prevenção do problema.

Em especial os focados em correção postural como alongamento, Pilates e até mesmo a Ginástica Laboral, altamente indicados para funcionários que permanecem na mesma posição durante muitas horas de trabalho.

Essa ginástica é essencial para que os trabalhadores possam alongar os músculos e as partes do corpo que estão sendo constantemente utilizadas ou tensionadas.

Ainda de acordo com a publicação, a cada uma hora, os trabalhadores devem se levantar e caminhar por alguns minutos para ativar a circulação do corpo todo e melhorar a nutrição celular.

Esse tempo também ajuda o trabalhador a refrescar as suas ideias e voltar à sua mesa com um pouco mais de foco para realizar as suas atividades diárias. Fazendo com que seu trabalho seja melhor e mais produtivo, além de ter um cuidado maior com a saúde.

Evitar os vícios posturais

Assim, a melhor forma de evitar os vícios posturais é conscientizar os colaboradores e incentivá-los a cuidar da saúde dentro e fora da empresa. Portanto, para prevenir esse tipo de lesão é fundamental tomar alguns cuidados e estar sempre atento para algum descuido.

Uma vez que estamos acostumados a nos sentar de maneira incorreta, é instintivo voltar a sentar desta maneira. É por este motivo que o cuidado é essencial para manter a postura reta. Principalmente se a pessoa trabalhar em escritório ou na frente do computador.

Cuidados

Os que trabalham em frente ao computador devem manter os seus pés fixos em pranchas de apoio. A região lombar e as costas deve tocar o encosto da cadeira, os joelhos e quadris devem manter um ângulo de dobra igual ou superior a 90º e os braços e punhos devem ficar retos, com os cotovelos apoiados, sem que os ombros se elevem ou fiquem tensionados.

Além de todo o cuidado com os computadores, os smartphones podem ser vilões também, e vícios como dores de pescoço já são bastante comuns. Tome cuidado com o uso excessivo do celular e com a sua postura na hora de utilizá-lo. Evitando o uso prolongado e cuidando para que seu pescoço ou até mesmo a região cervical não esteja sob pressão ou acabe trazendo uma dor crônica.

Unir consciência, mobiliário adequado e a aplicação correta das normas de Saúde e Segurança do Trabalho, é um dos melhores caminhos para evitar a má postura e as possíveis doenças que ela pode gerar. É claro que, caso sinta alguma dor prolongada ou repetitiva, a pessoa deve procurar orientação médica.

A doença crônica deve ser tratada o mais rápido possível. Evitando possíveis desdobramentos e para que o tratamento correto possa ser mais efetivo.

Além de fazer com que a pessoa passe a cuidar da sua postura ou a realizar alongamentos e pausas mais frequentemente, de acordo com a sua saúde e com o que o seu corpo permitir.

Se você gostou desse tipo de conteúdo e quer saber mais sobre saúde e segurança para seus funcionários, confira outros textos. Nós acreditamos que melhores práticas levam a melhores resultados.

Possuímos várias dicas para que o desempenho da sua empresa possa atingir todo o seu potencial. Saiba mais em nosso blog.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios.