INSS gasta mais de R$ 4 BI em benefícios para trabalhadores acidentados

Segurança no Trabalho - 14/07/2015

Essa quantia contabiliza pagamentos de benefícios e indenizações por acidentes e doenças do trabalho, de acordo com o Anuário da Previdência Social de 2015

Segundo um estudo da Previdência Social, o INSS gastou cerca de R$4,4 bilhões somente com aposentadorias e demais benefícios para os cerca de 470 mil segurados que sofreram acidentes e ficaram inválidos nos últimos 20 anos. Só em 2013, por exemplo, foram registradas 717 mil ocorrências no Brasil, o que significa quase dois mil acidentes ou doenças por dia ou 82 incidentes por hora.

A pesquisa da Previdência indicou que os benefícios previdenciários e acidentários emitidos pela instituição aumentaram em 31,4%, o que significa um aumento substancial de 18,9 milhões de benefícios para 24,8 milhões. Segundo matéria do portal Tribuna da Bahia, a maior parte dos acidentes de trabalho no Brasil acontece no setor industrial e de serviços, como a construção civil, indústrias, comércio e serviços de saúde. As partes do corpo mais atingidas são os membros superiores, seguidos por punho e mão.

A nível mundial, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) divulgou recentemente que mais de 300 milhões de trabalhadores sofrem acidentes laborais por ano, sendo que mais de 2 milhões deles não sobrevive. Ainda segundo a OIT, os custos anuais com esse problema estão em torno de U$2,8 trilhões. A entidade ainda alerta a respeito das possíveis mudanças desse cenário, indicando que as mudanças tecnológicas, sociais e de organização podem contribuir para diminuir esses números. Nesse sentido, investir em uma Política de Segurança eficiente se torna uma peça chave para fornecer um ambiente de trabalho consciente e seguro para os trabalhadores desempenharem as suas atividades com mais eficiência.

 

2 Comentários
  1. […] de R$ 200 milhões, dado que indica a importância da prevenção. No ano passado, o INSS divulgou gasto de mais de R$ 4 bilhões para trabalhadores afastados do trabalho. No mesmo período, 220 mil trabalhadores foram diagnosticados como depressivos e mais de 80 mil […]

  2. […] de R$ 200 milhões, dado que indica a importância da prevenção. No ano passado, o INSS divulgou gasto de mais de R$ 4 bilhões para trabalhadores afastados do trabalho. No mesmo período, 220 mil trabalhadores foram diagnosticados como depressivos e mais de 80 mil […]

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios.