Maestro BPM lança relatórios para análise e gestão de desempenho profissional

Maestro BPM - 13/08/2015

Com a nova funcionalidade, gestores identificam gargalos operacionais, conhecem a performance e a produtividade das suas equipes

Maestro BPM – Software Gerenciador de Processos de Negócios lançou a sua nova funcionalidade, o Relatório de Performance de Executores, que avalia através dos Processos do Maestro BPM a execução de tarefas por Pessoa ou Grupo de Pessoas. A ferramenta foi desenvolvida para auxiliar gestores na tomada de decisão, gerenciamento, identificação e correção das atividades da empresa. Assim, é possível identificar os pontos de gargalo que podem afetar o desempenho dos negócios, um dos principais desafios dos empresários. Entre as características do Relatório estão a avaliação da performance dos profissionais envolvidos em uma determinada tarefa, possibilitando identificar se os gargalos são por motivo de fluxo das atividades ou pelo desempenho pessoal ou setorial.

O novo relatório é entregue ao usuário em um arquivo de planilha eletrônica, formato padrão dos documentos gerados pelo software. Em muitos casos, ao avaliar um processo, o gestor verifica que existe uma demora injustificada em sua execução, gerando um gargalo. Ele pode estar no fluxo da tarefa ou na postura dos executores. “O relatório vai explicitar o cenário real por meio de métricas, permitindo que os gestores identifiquem o que leva um setor a realizar as suas atividades mais rápido que o outro. Podemos filtrar os relatórios por Pessoas ou Grupo de Pessoas, mostrando se é preciso necessário mudar o processo ou promover treinamentos internos, por exemplo”, explica Paula Santana, Analista de Desenvolvimento do Maestro BPM.

Para analisar a performance individual, o gestor pode selecionar os executores de uma tarefa, enquanto o relatório vai listar as métricas baseadas em calendários pré-estabelecidos, contendo a carga de trabalho convencional ou de um fim de semana, por exemplo. “É possível comparar várias condutas para a mesma função, descobrindo se uma atividade é realizada num tempo maior do que o necessário. Também conseguimos visualizar, por exemplo, se aquilo que estava programado para ser concluído em 20 horas é entregue em apenas duas horas, otimizando a recepção das demandas e a entrega da tarefa final”, explica Paula.

No caso do Grupo de Pessoas, o relatório permite avaliar o desempenho dentro das equipes. Se uma turma com 10 pessoas realiza na metade do tempo sua atividade diária com frequência, o relatório vai diagnosticar este bom desempenho, integrando está métrica na política de valorização salarial, por exemplo. “Se um membro deste time estiver abaixo dos demais, o relatório também pode apontar esta deficiência individual. Ainda podemos comparar os desempenhos de grupos e filiais distintas. Assim, se a metodologia de trabalho da empresa estiver desentrosada entre as unidades, se faltar treinamento interno ou se um fornecedor causar atrasos, será possível identificar e definir as ações para corrigir o problema operacional”, ressalta a Analista.

Paula enfatiza que se um prestador de serviços externo for o causador do gargalo, a empresa poderá envolvê-lo em seu processo de negócio e questionar sobre o motivo dos atrasos. Este tipo de radiografia não era possível anteriormente. “Os recursos do Maestro BPM analisavam apenas a tarefa em si, mas não com tantos detalhes. Com esse relatório é possível verificar o desempenho pessoal e por equipe, contendo calendários, jornadas individuais, carga horária, plantões, informações de terceirizados, entre outras características relacionadas às tarefas. Esta novidade do Maestro BPM funciona, acima de tudo, como ferramentas de análise de gestão e desempenho profissional”, conclui a especialista.

Um Comentário
  1. Considero cada dica, insight ou vivência compartilhada um conteúdo de ouro para ajudar profissionais que trabalham com BPM ou que usam a ferramenta Maestro BPM. Obrigado.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios.