Incidência de ruídos pode aumentar a gordura corporal dos trabalhadores

Saúde Ocupacional - 08/03/2016

Estudo mostrou que o excesso de ruídos pode aumentar o estresse e, consequentemente, o peso e a circunferência abdominal das pessoas expostas ao risco

Pesquisadores do Instituto de Medicina Ambiental da Suécia Karolinska Institutet relacionaram a poluição sonora com o aumento de peso e da circunferência abdominal. O estudo analisou 5075 pessoas expostas ao excesso de poluição sonora, como barulhos de ônibus e de trânsito dos carros, aviões e trens. Os resultados apontaram que as pessoas, em especial os trabalhadores que frequentam locais onde há excesso de ruídos sem a proteção adequada, tendem a apresentar aumento de peso e da circunferência abdominal.

Para elaborar o estudo, os cientistas utilizaram como base o marcador de obesidade padrão da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Índice de Massa Corporal (IMC), que mede a circunferência da cintura e do quadril. Os estudos indicaram que a cada 5 decibéis (dB) a mais de poluição sonora, havia um aumento de 0,21 centímetros nas medidas dessas pessoas. De acordo com os pesquisadores, isso acontece devido ao estresse e às mudanças hormonais, como o aumento de cortisol no sangue, substância que também pode desencadear problemas cardíacos. Durante o estudo foi constatado aumento da taxa de insulina no corpo e aumento da concentração de gordura no abdômen, a mais perigosa para a saúde.

Além do aumento da gordura corporal, a exposição aos ruídos pode provocar a perda auditiva e, quando essas células sensoriais são lesionadas, não há como recuperar a sensibilidade. De acordo com a Sociedade Brasileira de Otologia (SBO), até 35% das perdas auditivas ocorrem devido à exposição a ruídos de alta intensidade. Para amenizar os riscos aos trabalhadores, o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) criou a Norma Regulamentadora 07 (NR 07), que estabelece o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), que define as diretrizes e os tipos de exames que deverão ser realizados por funcionários expostos à diversos agentes, como o ruído.

Por isso, o SOC – Software Integrado de Gestão Ocupacional desenvolveu o Módulo de Audiometria, que permite registrar a avaliação auditiva dos colaboradores, com telas e relatórios específicos para analisar os resultados dos exames exigidos pela NR 07 e demais legislações complementares. No caso de um ambiente de trabalho ruidoso, por exemplo, a Política de Segurança da empresa pode compor uma série de medidas que controlam e amenizam a exposição do trabalhador aos ruídos e à PAIR. Conscientizar trabalhadores, estabelecer a acuidade audiométrica, implantar Equipamentos de Proteção Individual, como protetores auriculares e atenuadores de ruídos, e Equipamentos de Proteção Coletiva, como enclausuramento acústico, são algumas medidas muito importantes para evitar o problema e promover a saúde dentro das empresas.

Um Comentário
  1. […] de ruídos pode desencadear diversos problemas de saúde. Tais como estresse, aumento da gordura corporal e da pressão arterial. Vale lembrar que cerca de 15 milhões de brasileiros sofrem com algum tipo […]

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios.