Maestro BPM cria nível de usuário para controlar fluxos de processos e desempenho

Maestro BPM - 26/04/2016

Recurso permite análise, correção e alteração dos processos internos de trabalho, levando em consideração o trabalho de cada equipe de atendimento e operação

Pensando em novas formas de controlar os fluxos operacionais, o Maestro BPM – Software Gerenciador de Processos de Negócios lançou um novo tipo de usuário, o Usuário Controlador do Processo. O novo recurso permite que os gestores acompanhem de perto os fluxos operacionais ou deleguem atividades a outros profissionais, além de organizar a rotina e as etapas para finalizar os processos

A novidade também pode ser utilizada, por exemplo, para gerenciar o Acordo de Nível de Serviço/Tempo de Resposta ou Service Level Agreement (SLA) da empresa. “Esse usuário consegue identificar onde, como e dentro de qual estágio qualquer tarefa foi paralisada. Isso permite uma análise profunda dos motivos que levaram um processo a ficar paralisado. Dessa forma, é possível responder aos próprios clientes de forma correta e cobrando prazos dos responsáveis pela execução de cada tarefa. O responsável consegue extrair essas informações na palma da mão, agilizando os procedimentos gerenciais”, explica Michell Sarno, Líder de Projetos do Maestro BPM.

Por ser um software especializado em workflow (fluxo de trabalho), o Maestro BPM é flexível ao organograma de cada cliente. A ferramenta ainda conta com um gráfico exclusivo no Cockpit. “Com a ajuda dos gráficos, é possível visualizar, analisar, corrigir ou modificar os processos, identificando as tarefas vinculadas às rotinas ou ao desempenho operacional de outros controladores. É possível relacionar o volume de atividades ao resultado funcional de cada um, identificando áreas satisfatórias ou com necessidade de reforço. Acima de tudo, o novo recurso torna o processo mais seguro e menos vulnerável aos erros humanos”, diz Michell.

O Maestro BPM já apresentava diferentes níveis de usuários, fundamentais para organizar a gestão de processos. O executor faz as tarefas, o gestor acompanha o desempenho e o administrativo configura a ferramenta. Segundo Sarno, o Usuário Controlador no Processo será o quarto nível desse fluxograma, mesmo que as tarefas não estejam diretamente sob sua responsabilidade. “Esse usuário acompanha tudo através de um painel de controle e pode tomar uma decisão baseado na situação encontrada. Ele mesmo consegue realizar tarefas para eliminar um gargalo operacional ou gerenciar um possível cenário de crise. O Usuário Controlador veio para assumir um papel crucial na organização das empresas”, finaliza Sarno.

Um Comentário
  1. […] olhos e saber pelas cores tudo que está acontecendo com seus fluxos operacionais. Enquanto isso, o usuário controlador do processo vai melhorar a organização da sua rotina de trabalho de forma sistemática”, conclui […]

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios.