Necessidade de investimento em tecnologia fortalece em eSocial

eSocial - 24/04/2019

Tecnologias de digitalização e robotização mostram ser um diferencial quando relacionado à agilidade em processos e redução de erros humanos

Uma das áreas que menos recebe foco na adoção de tecnologia é o RH, porém os avanços da tecnologia levam o setor em direção à transformação digital, o que pode dar auxílio aos profissionais da área que lidam com a lentidão de processos que exigem atividades manuais.

Baseando-se em dados apurados pelo IBOPE no último ano, 80% dos entrevistados de um estudo acreditam que com o eSocial, empresas terão um aumento no investimento tecnológico no RH.  Atualmente, 35% das empresas estão se atualizando, porém, 20% não tem previsão sobre.

Entre as várias tecnologias que tem comprometimento em trazer agilidade ao setor do RH nos próximos anos estão relacionadas à digitalização e análise de documentos, que é um dos mais importantes pela redução de riscos e garantia de conformidade do RH da empresa em relação à legislação vigente.

Em dados divulgados pela Deloitte, neste ano, 31% dos entrevistados consideram que suas empresas estão prontas ou muito prontas para o processo de robotização e automatização, porém, 72% acham que o tema é importante ou muito importante.

OCR – Optical Character Recognition

Entre as tecnologias de digitalização que se destacam está o OCR, que tem o intuito de dar agilidade às análises e, combinadas ao processo de robotização, garante a redução considerável de tempo necessário para tarefas do dia-a-dia.

eSocial requer informações sobre segurança e saúde dos colaboradores 
eSocial começa a receber informações do MEI 
Documentação de SST necessária para elaboração e envio para eSocial
Como funciona a Gestão de afastamentos e absenteísmos no SOC.
Conheça a Tela de Relatórios Agendados do SOC

Hoje, um gestor de RH, pode levar de três a quatro horas para executar uma tarefa como validação de currículos e dados de perfis de candidatos em relação às demandas de uma determinada vaga, por exemplo.

Com a adoção de robotização, o processo poderá ser reduzido para cerca de uma hora, liberando o gesto para cuidar com outros estágios como, contratação e gestão de talentos, ações de engajamento e planejamento de sucessão e planos de desenvolvimento, áreas que ganham destaque por impactam diretamente à maneira expressiva dos resultados do negócio.

Com o auxílio do OCR, as empresas podem desonerar o RH na checagem manual de documentos, um processo fundamental do eSocial, já que ela contém a tecnologia de digitalização que converte documentos físicos em dados legíveis que pode ser pesquisado e editado.

Com isso, em questão de minutos, o sistema de gestão documental reunirá todas as informações de um funcionário, para finalizar exibindo sua documentação, com uma margem de erro humano reduzida, principalmente quando falamos sobre análise de conteúdo em tarefas manuais.

A quantidade de dados em papel produzida pelas empresas hoje em dia aumenta 20% todos os anos, e o RH é responsável por boa parte desse volume, uma vez que a maioria dos processos deste campo depende de documentos e a legislação determina que parte deles ainda tenha sua versão física mantida.

Diante deste cenário, é fundamental que as empresas possam dar base à automatização de processos do RH, e o investimento em iniciativas de digitalização e robotização vai ser fundamental.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios.