Saiba quais as novidades que ainda estão por vir para o eSocial em 2019

eSocial - 29/04/2019

Tendo sido iniciado em 2018, o eSocial ainda cria dúvidas aos profissionais. A seguir você pode tirar suas dúvidas e se informar sobre como será e está sendo o ano de 2019 para o eSocial.

Saiba quais as novidades que ainda estão por vir para o eSocial em 2019Com prorrogação em seu calendário, o eSocial iniciou 2019 com novidades para empresas do Grupo 1, 2, 3 e 4. Agora,  entra em nova etapa decisiva para os envios de informações ganha.

eSocial para empresas em 2018

As empresas do Grupo 1 (Grandes empresas com faturamento anual maior que R$78 milhões) estavam na fase final de implantação das fases da obrigação. O Grupo 2 (empresas com faturamento inferior a R$78 milhões dos regimes Lucro Real e Presumido) se encontravam em 20% do processo de completar o cronograma de implantação.

O Grupo 3 (empresas simples, empregador PF, produtor rural PF, MEI, sindicatos, condomínios, associações e entidades sem fins lucrativos) e o Grupo 4 (órgãos públicos e organizações internacionais) tiveram o início da implantação em janeiro deste ano.

eSocial para empresas 2019

Sendo condenado em 2018, um ano após sua implementação, o eSocial se tornou uma realidade em 2019.

Buscando diminuir os custos e falhas, mostra-se útil e apreciado para contadores, trabalhadores e empresários, indicando grandes oportunidades para o ano de 2019.

Com uma visão positiva, apresentou-se mais certeira em seu processo de implantação. Usando como exemplo o Grupo 1, que já teve suas informações enviadas para o eSocial.

Leia também:
►Prazo de entrega de contribuições previdenciárias do Grupo 2 do eSocial é alterado
► Adicional de Insalubridade: Saiba como ter direito ao benefício
► Necessidade de investimento em tecnologia fortalece em eSocial
► Conheça a Tela de Relatórios Agendados do SOC

Próximas fases

Grupo 1 (Grandes empresas com faturamento anual maior que R$78 milhões)

Fase 6 – Envio de dados de segurança e saúde do trabalhador – início em julho de 2019.

Grupo 2 (Empresas com faturamento inferior a R$78 milhões dos regimes Lucro Real e Presumido

Fase 3 – Envio da folha de pagamento – início em 10 de janeiro de 2019.

Fase 4 – Substituição do GFIP para o recolhimento de contribuições previdenciárias – início em abril de 2019.

Fase 5 – Substituição GFIP para o recolhimento de FGTS – início em abril de 2019.

Fase 6 – Envio de dados de segurança e saúde do trabalhador – início em janeiro de 2020.

Grupo 3 (Empresas do Simples, Empregador PF, Produtor Rural PF, MEI, Sindicatos, Condomínios, Associações e entidades sem fins lucrativos)

Fase 1 – Cadastros do empregador e tabelas – início em 10 de janeiro de 2019.

Fase 2 – Dados dos trabalhadores e seus vínculos com as empresas (eventos não periódicos) – início em 10 de abril de 2019.

Fase 3 – Envio da folha de pagamento – início em 10 de julho de 2019.

Fase 4 – Substituição de GFIP para o recolhimento de contribuições previdenciárias – início em outubro de 2019.

Fase 5 – Substituição GFIP para recolhimento de FGTS – início em outubro de 2019.

Fase 6 – Envio dos dados de segurança e saúde do trabalhador – início em julho de 2020.

Grupo 4 (Orgãos Públicos e Organizações Internacionais)

Fase 1 – Cadastros do empregador e tabelas – início a partir de 10 de janeiro de 2019.

Fase 2 – Dados dos trabalhadores e seus vínculos com as empresas (eventos não periódicos) a partir de janeiro de 2020 em resolução específica.

Fase 3 – Envio da folha de pagamento a partir de 10 de julho de 2019 em resolução específica.

Fase 4 – Substituição da GFIP para o recolhimento de contribuições previdenciárias a partir de 2020 em instrução normativa específica

Fase 5 – Substituição do GFIP para recolhimento de FGTS a partir de 2020 em circular Caixa específica

Fase 6 – Envio dos dados de segurança e saúde do trabalhador a partir de 2021.

Como orientar o seu cliente para o eSocial 2019

É preciso que seu cliente esteja informado sobre o eSocial e você também. Portanto, esclareça as dúvidas de seu cliente, mostre as vantagens do eSocial para empresas (ganho de produtividade, diminuição de erros nos cálculos, maior segurança jurídica e etc.

Apresente um cronograma de implantação e as multas do eSocial, informe sobre a utilização de softwares para o eSocial, e o mais importante: Mostre ao seu cliente que ele pode estar seguro com você auxiliando-o em tudo o que precisar, oferecendo suporte e sendo stencioso.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios.