eSocial para pequenos e médios empreendedores

eSocial - 16/08/2019

Pequenos e médios empreendedores têm crescido no país e também precisam aderir certas regras, como o eSocial. Saiba mais

eSocial para pequenos e médios empreendedoresO futuro da economia brasileira tem dado esperança a pequenos e médios empresários, que vem crescendo nos últimos tempos.

Nos últimos 10 anos, a confiança de empreendedores aumentou quase 6%. É a segunda maior alta desde que o Índice de Confiança dos Pequenos e Médios Negócios (IC-PMN) foi criado.

A influência do eSocial para pequenos e médios empreendedores

Uma obrigatoriedade desde outubro de 2015, o eSocial tem mudado algumas coisas dentro das empresas, principalmente no que se refere às normas.

Além disso, o sistema já sofreu muitas modificações desde então, e, por isso, os empreendedores precisam estar sempre acompanhando e com atenção.

Isso porque, apesar das mudanças frequentes sendo feitas há 3 anos, ainda é uma obrigatoriedade a ser cumprida, independente do tamanho da empresa. E, como já é deixado claro, não seguir a implementação pode gerar em multas de diferentes graus.

É também de extrema importância que essas empresas tenham ao seu lado uma contabilidade sempre atualizada, de forma acessível e parceira, para realizar consultas.

Afinal, a sua contabilidade pode contribuir (e muito) a sanar suas dúvidas e ainda auxiliar em atendimentos sobre obrigações e prazos a serem cumpridos.

Dicas para se adequar ao eSocial

Apesar de suas complexidades, o eSocial deve ser cumprido de maneira correta. Para menos dores de cabeças, decidimos separar algumas dicas para auxiliar os empreendedores de pequeno e médio porte.

  •  Atenção às regras

O eSocial é de responsabilidade do governo. Então, é importante estar atento às regras e modificações do sistema para não correr riscos de multas e advertências gerais à empresa.

A plataforma do eSocial funciona para auxiliar o cadastramento de dados dos funcionários e garantir o cumprimento das obrigatoriedades.

E, desde o seu funcionamento, algumas ações – que antes eram normais para empresas -, não são mais aceitas. Por exemplo, o fracionamento irregular das férias de funcionários ou o não processo periódico de certos documentos.

Por isso, ter cuidado e atenção nunca é demais! Já que o governo faz o cruzamento de dados e pode encontrar inconsistências ou omissões de informações pela sua empresa.

  • Contratação de funcionário

O cadastro do funcionário deve ser feito até um dia antes de sua iniciação na empresa. E, antes do cadastro, é necessário informar que admissão será feita com, pelo menos, 30 dias de antecedência.

Por isso, certifique-se de registrar todos os dados para a contratação. Primeiramente, há a qualificação do profissional para a admissão e, por meio de arquivo eletrônico, informar seus dados como, nome completo, data de nascimento, CPF e PIS.

  • Desligamento de funcionário

Quando há o desligamento de um funcionário, também é necessário informar ao eSocial. O envio dessas informações devem ocorrer em até dez dias.

 

Confira as novidades sobre o eSocial para SST em nosso blog:

► Acompanhe os trabalhos de Simplificação e Modernização do eSocial. https://ww2.soc.com.br/2019/07/trabalhos-de-simplificacao-e-modernizacao-esocial/

► Confira o Cronograma de Atualização do SOC para atender ao eSOCial.
https://ww2.soc.com.br/2019/05/cronograma-de-atualizacao-do-soc-para-atender-ao-esocial/

► eSocial: Guia completo atualizado.
https://ww2.soc.com.br/2019/07/esocial-guia-completo-atualizado/

► Motivos para não adiar a adequação de SST no eSocial.
https://ww2.soc.com.br/2019/07/motivos-para-nao-adiar-adequacao/

É preciso habilitar a recepção para o evento
DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios.