Segurança da informação: Confira confiabilidade e confidencialidade do SOC

Segurança da Informação, SOC - 09/09/2019

Há três diretrizes que compõem uma boa segurança da informação, a confidencialidade, a integridade e a disponibilidade. Saiba mais sobre esses três parâmetros de SI.

Devido aos ataques virtuais realizados por cibercriminosos em extensões mundial, a segurança da informação é uma questão que deve ser observada com significativa importância.

Organizações de todos os segmentos, contam com a especialização das equipes de tecnologia da informação para sustentação de um serviço tecnológico seguro e confiável.

Para se desenvolver esse trabalho compreendem-se três parâmetros relevantes para os processos de segurança da informação. Correspondentes a confidencialidade, integridade e disponibilidade. A tecnologia da informação tem como responsabilidade a proteção dos dados e a preservação das informações. Garantindo o funcionamento operacional da organização.

Primeiro Parâmetro: Confidencialidade

A segurança da informação deve compreender o processo de confidencialidade a partir da preservação dos dados confidenciais fornecidos aos sistemas da empresa. Mantendo esse espaço virtual e tecnológico seguros, contra os ataques de hackers ou espionagem dos sistemas empresariais por cibercriminosos.

Para que esse processo de confidencialidade seja executado de forma efetiva, é necessária a aplicação de medidas preventivas que organizam e controlam o acesso às informações dos sistemas operacionais pelos seus colaboradores.

Nessa perspectiva, os dados serão acessados somente por pessoas autorizadas. Tornando as informações limitadas, conforme as áreas específicas de atuação de seus funcionários.

Segundo Parâmetro: Integridade
Confere à importância de manter os dados em essência, tais quais foram informados no momento de sua criação, sem alterações. Manter a integridade dos dados informatizados da organização é um dos parâmetros essenciais para as operações precisas que devem ser controladas pela empresa.

A preservação da integridade acontece com o controle dos dados inseridos nos sistemas de informação. A partir da autorização concedida aos profissionais qualificados para as funções que desempenham na organização. A utilização de programas de recuperação de arquivos é de extrema importância para casos em que os dados sofram alterações indevidas.

Ainda nos processos de preservação da integridade das informações, temos a utilização de sistemas responsáveis pela identificação de alterações dos dados realizados a partir de um problema ocorrido no sistema, capaz de danificar dados ou gerar perdas de arquivos. Ao identificar essas falhas possíveis, o sistema previne a perda ou alteração de informações no sistema da organização.

Terceiro Parâmetro: Disponibilidade

Com a utilização de uma infraestrutura tecnológica adequada para a manutenção dos dados e preservação das informações, a disponibilidade é a chave que mantém todos os sistemas funcionando sem a incidência de falhas.

Ter uma banda de internet que corresponda as necessidades de todos os aparelhos da empresa, sistemas conectados de forma segura e que tenham um controle e manutenção efetivos. Fazem toda a diferença para a preservação dos dados de uma organização.

Segurança da Informação: Confiabilidade e Confidencialidade

Com o propósito de defender sua empresa de ataques virtuais ou manipulação de dados, muitas empresas adotam sistemas de segurança que permitem uma acessibilidade limitada aos seus funcionários. Onde há a possibilidade de que, somente o responsável por determinada operação tenha acesso aos dados, controle e informações de seu setor.

A confiabilidade é trabalhada de forma a manter as informações em privacidade e sem desvios para outros polos virtuais ou má utilização dessas informações. É um processo que mantém o controle e a segurança desses dados. De forma a não comprometer os rendimentos da empresa. Nem a exposição dos seus clientes de forma inadequada, manipulando suas informações de maneira consciente e responsável.

A confidencialidade está interligada à confiabilidade e preserva, de forma confidencial, todas as informações da organização e de seus clientes. Utilizando desses dados para ações específicas e de extrema necessidade. Se mantendo em conformidade legal e de acordo com os termos de privacidade estabelecidos pela empresa.

No sistema de gestão da segurança da informação, a empresa deve preservar não somente os seus dados empresariais e operacionais. Mas também todas as informações concedidas durantes os processos de negociação de produtos e serviços. Compreende, entre esses dados, informações de funcionários, fornecedores, clientes, usuários de sistemas e plataformas online, dados de empresas terceirizadas etc.

O vazamento dessas informações ou a má utilização desses dados pode acarretar uma série de problemas danosos. Tanto para pessoas físicas, quanto para pessoas jurídicas, comprometendo a integridade dessas categorias na sua vida social e profissional.

A falha na segurança da informação pode gerar processos contra a empresa. Afetando as finanças do empreendimento. Sendo essas ações judiciais promovidas pelos indivíduos afetados pelo vazamento ou uso inadequado de suas informações.

Manutenção de dados

A manutenção dos dados para que não sejam alterados de forma inapropriada, pode acontecer a partir de softwares responsável pela integridade do armazenamento e com a capacidade de preservação das informações. Que são controlados por profissionais comprometidos e responsáveis.

Para que essa manutenção seja efetiva, é necessária a atualização periódica dos sistemas. Com uma varredura capaz de identificar falhas e possíveis invasões aos sistemas operacionais da empresa.

A disponibilidade oferecida aos clientes pelo acesso virtual é importante para que os processos de negociação de compra, venda e meios de pagamento se concretizem com eficiência e sem comprometer nenhuma das partes negociantes.

É importante que todas as informações dos seus produtos e serviços estejam disponíveis. Para que o cliente esteja consciente de sua aquisição e possa realizar sua compra ou contratação de serviços com a segurança de que seus dados serão mantidos em sigilo.

Desenvolver a segurança da informação em uma empresa é uma responsabilidade necessária para o bom desempenho de seu segmento no mercado em que atua.

É preciso de uma equipe de profissionais qualificados em sistemas operacionais e com habilidade na área de segurança TICs. Para que um planejamento adequado sobre as ações a serem aplicadas nos sistemas tenham resultados satisfatórios para a organização e para sus clientes.

O mundo da tecnologia se desenvolve e evolui de forma ampla e imensurável. Com propósitos de interações mais dinâmicas e cada vez mais acessível entre seus usuários. É um agente facilitador nos processos de gestão de empresas e uma ferramenta importante para a organização de operações, funções e serviços.

 

Saiba mais sobre nossos conteúdos no blog:

» SOC realiza o V Workshop de Segurança da informação e II Treinamento sobre Lei Anticorrupção e Conduta Ética

» Doenças relacionadas ao trabalho: Saiba como preveni-las

» Relatório de Exames auxilia na cobrança dos atendimentos via Rede Credenciada SOCNET

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios.