A importância do diagnóstico comportamental da prevenção de acidentes do trabalho

Segurança no Trabalho - 14/02/2020

Possuir gestão de saúde e segurança do trabalho é importante para desenvolver um diagnóstico comportamental e a prevenção de acidentes do trabalho. Saiba mais.

A importância do diagnóstico comportamental da prevenção de acidentes do trabalhoNinguém conhece mais a gente do que nós mesmos? Somente nós conhecemos nossos instintos e comportamentos? Errado! É certo o ditado que diz para desconfiarmos da própria sombra.

A autoconfiança, muitas vezes, pode ser um problema em algumas áreas da vida, como no caso do ambiente de trabalho. Principalmente após termos muitos anos numa empresa, desenvolvemos um instinto de tranquilidade por acharmos que conhecemos todos os colaboradores, todos os setores e todas as ferramentas que utilizamos para obter resultados.

Observando esta tendência natural, destacamos um fator essencial que, de acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), mata mais de 2 milhões de trabalhadores ao ano, ao redor do mundo. O comportamento humano é uma das principais causas de acidentes de trabalho, ocasionadas por:

  • falta de cuidados,
  • distração,
  • desmotivação;
  • e até mesmo a crença de que “nada vai acontecer, fique tranquilo”.

Como prevenir acidentes

De modo a trabalhar para a prevenção de acidentes do trabalho, é essencial e obrigatório que as empresas sigam as Normas Regulamentadoras de Segurança do Trabalho (NR) e também tenham um número X de profissionais da saúde preparados para atender ao corpo total de funcionários da empresa. Há, ainda, empresas que realizam testes mensais de planos de fuga, para caso o pior aconteça. Outra necessidade é utilizar os equipamentos de proteção individual (EPI) e equipamentos de proteção coletivos (EPC).

São, alguns exemplos de EPI: máscaras, óculos, viseiras, protetores auriculares e sapatos. Agora, no tocante aos EPC, podemos citar: redes de proteção, extintores de incêndio, sinalizadores de segurança, kits de primeiros socorros disponíveis a todos, entre outros.

Toda esta variedade de equipamentos é interessante visto que, em uma empresa, cada colaborador trabalha com um desafio e pode ocorrer determinado risco. O limpador de vidro pode despencar ao limpar uma vidraçaria nas alturas, assim como um trabalhador no escritório pode morrer se qualquer equipamento ao seu redor der um curto-circuito. Nunca sabemos. E é melhor prevenir do que remediar. São variados níveis de riscos, que estão suscetíveis a qualquer trabalhador, desde o momento em que ele sai de casa.

A importância do diagnóstico comportamental

Fato é que o contratante é responsável por cuidar da saúde de seu empregado, seja física ou mental. Este cuidado está presente: durante o expediente; no caso do colaborador desenvolver alguma doença por questão ocupacional ao longo do tempo; passar por problemas durante o trajeto entre a casa e o local de trabalho.

Por isso, para entender melhor sobre a saúde do funcionário, de modo que nenhuma situação ocorra, é essencial realizar consultas ocasionais e obter diagnóstico através de seu comportamento. Como falamos, os maiores casos acontecem quando o colaborador já está acostumado às rotinas do trabalho. No caso do que falamos no trabalho anterior, o profissional por estar acostumado a um trajeto de ida e vinda, estar acostumado a uma postura corporal inadequada, etc. A partir daí, surge a necessidade da realização de diagnósticos para a prevenção de acidentes do trabalho.

Estes podem ser dados de diversas maneiras. Sejam por palestras, treinamentos, workshops ou, até mesmo, conversas diretas. Será importante não apenas por ser uma obrigação, mas, também, porque de certa forma o colaborador perceberá que está sendo visto e cuidado. O que vai também melhorar sua produtividade nas tarefas que executa. É um modo de proporcionar qualidade de vida ao colaborador, e obter retorno financeiramente positivo.

Deste modo, vale o investimento em uma empresa terceirizada que possa gerir o comportamento do corpo de funcionários de uma empresa. A Age Technology, por exemplo, desenvolve soluções específicas para cada necessidade, de modo a olhar para o seu cliente, com humanização e respeito, estando atenta aos pontos fortes e aprimoramentos necessários para cada um.

A Age Technology

Procurando solucionar e atender aos problemas das pessoas, surge a Age Technology, que desenvolve o SOC, um software de gestão ocupacional certificado pela Norma de Segurança da Informação ISO 27001, focando na prevenção de acidentes de trabalho. Isto significa que a empresa checa rotineiramente os dados de seus clientes de modo que continuem a ser confidenciais e íntegros, respeitado o elevado nível de proteção dos dados comportamentais que a empresa prega.

Para garantir tamanho desempenho, a Age Technology garante benefícios, como: organização da operação de SST, assim como gestão e geração de documento; número sem limites de usuários por cada contrato; constante trabalho de aprimoramento e atualizações quinzenais sem qualquer custo adicional; entre outros. São tantos benefícios que não conseguimos listar neste texto.

Por isso, sugerimos que você acesse o site da Age Technology para conhecer todos os trabalhos realizados pela empresa.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios.