A importância do diagnóstico comportamental na prevenção de acidentes de trabalho

Segurança no Trabalho - 14/02/2020

Investir na capacitação profissional do trabalhador e dotá-lo dos equipamentos necessários para que o seu trabalho seja desempenhado com a maior segurança possível é fundamental. Mas não se pode abrir mão do diagnóstico comportamental. Entenda a importância deste aspecto essencial para a redução de acidentes de trabalho.

A importância do diagnóstico comportamental na prevenção de acidentes de trabalhoA cultura da prevenção de acidentes

Uma cultura de prevenção de acidentes é estabelecida quando uma série de ações é adotada por uma organização, de forma sistemática e contínua, com o intuito de prezar pela segurança do trabalhador.

Este conjunto de ações se torna algo cultural dentro da empresa quando vai além do que o simples cumprimento de condições impostas pela lei, mas sim vai ao encontro de crenças e valores de preservação da vida.

Um sistema de segurança bem gerido dentro de uma organização tem relação com o que é compartilhado pelo conjunto de indivíduos que interagem com a estrutura da empresa.

Comportamentos humanos como risco

Muitos dos acidentes de trabalho são provocados por aspectos bem inerentes à personalidade humana.

Em ambientes industriais e corporativos não é tão raro que acidentes aconteçam por conta de falhas humanas relacionadas a questões como ansiedade, distração, insegurança ou negligência.

Ter a compreensão de que estas variáveis precisam ser levadas em consideração e devem ser trabalhadas tanto em equipe quanto individualmente é fundamental para aumentar a segurança de trabalhadores e colaboradores, reduzindo consequentemente as chances de acidente.

Também é importante enfatizar que os tipos de acidentes de trabalho costumam variar dependendo de alguns pontos.

O porte da empresa, o segmento de atuação, a quantidade de profissionais envolvidos nas rotinas de trabalho, as atividades desenvolvidas, dentre outros fatores, precisam ser levados em análise para uma avaliação de quais os riscos que se apresentam.

Outra variável relevante é a de que algumas empresas atuam em áreas com maior probabilidade de perigos apresentados aos trabalhadores, enquanto outras apresentam riscos menores.

De uma forma geral, os acidentes mais comuns que podem acontecer em ambientes de trabalho são quedas, cortes, choques elétricos, contusões, queimaduras, movimentos repetitivos, má postura, barulhos, alergias, exposições excessivas à radiação, dentre outros.

Definindo características comportamentais

A partir do entendimento de que fatores humanos podem contribuir em uma maior incidência de acidentes, pode ser interessante estabelecer características comportamentais que se adequem de uma forma mais apropriada a determinados cargos.

Funções que acarretem um maior risco de acidentes podem ser desempenhadas por profissionais com um determinado tipo de perfil.

Da mesma forma, no processo de recrutamento profissional, já podem ser exigidos perfis que tenham compatibilidade com funções específicas.

Cada função dentro de uma organização demanda comportamentos e hábitos particulares para o seu fim. Neste sentido, quanto mais preparado e adequado às exigências de sua função o profissional for, os riscos de acidente de trabalho podem ser reduzidos consideravelmente.

Assim como o preparo comportamental e adequação funcional, não se pode abrir mão, claro, da capacitação deste profissional. O trabalhador deve ser competente o suficiente para que as suas atividades sejam exercidas com a maior segurança ocupacional possível e com saúde.

Ele precisa possuir os conhecimentos necessários para desempenhar o seu trabalho satisfatoriamente, seguindo com rigor todas as regras e padrões previstos pelas normas da Segurança do Trabalho.

Neste sentido, não podem ser poupados esforços no investimento profissional, seja por meio de palestras, treinamentos regulares ou outros recursos que agreguem conteúdo à equipe de trabalhadores.

Gostou do texto? Acesse o nosso site para ter acesso aos demais conteúdos.

Você sabia que o Brasil é o 4º no ranking mundial de acidente de trabalho

>A importância do diagnóstico comportamental na prevenção de acidentes de trabalho

>Entenda a possibilidade de redução dos acidentes de trabalho devido a pandemia

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios.