Como preparar o local de trabalho para o cenário pós-coronavírus

Segurança no Trabalho - 03/06/2020

Preparado para voltar ao mercado? No post de hoje, nós falaremos sobre as novas formas de trabalho após o período da pandemia e a ferramenta capaz de fazer a sua empresa se sobressair ainda mais.

Como preparar o local de trabalho para o cenário pós-coronavírus

Com o avanço da pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19), o comércio se encontra instável e não há previsões efetivas para que todo o mercado volte a funcionar normalmente.

Contudo, sabemos que a forma de trabalho e as ferramentas necessárias para conduzir processos rotineiros de uma organização podem mudar significativamente no cenário pós-coronavírus.

Quer saber como? Então, leia o post até o final e saiba como preparar o local de trabalho após o cenário da pandemia.

Mudanças estruturais e sociais

Trabalhadores que irão retornar após o cenário pós-coronavírus devem se adequar a novos comportamentos, garantindo total cuidado quanto a saúde de si mesmo e do coletivo.

Conforme orienta o Ministério da Saúde quanto aos cuidados necessários para evitar o contágio e a propagação do novo coronavírus, as ações básicas devem permanecer, como por exemplo:

  1. Limpeza reforçada no ambiente de trabalho com a utilização de álcool em gel e demais produtos de limpeza similares para a contenção do vírus;
  2. Pode haver número restrito de pessoas nos elevadores, pátios, lanchonetes e demais locais onde possibilite pequenas aglomerações;
  3. Tecnologias que permitem o colaborador ter acesso a salas, elevadores e banheiros sem precisar apertar algum botão ou tocar em um algum objeto;
  4. Distância recomendada de pelo menos 1,5 metros por colaborador em seu ambiente de trabalho.

Serviços e processos menos físicos e mais virtuais (online)

Para garantir a segurança dos colaboradores, é possível que diversas ações organizacionais possam ser passadas totalmente para o ambiente virtual.

Além de otimizar e tornar o serviço ainda melhor, a segurança do colaborador será maior, já que não haverá contato físico direto. Dentre os principais serviços, podemos destacar alguns. Veja, a seguir:

1. Relatórios digitais

Tendem a migrar para o digital, diminuindo o compartilhamento de materiais entre os colaboradores e diminuindo o risco de contaminação, processos como:

  • Folhas de pagamento;
  • Gráficos impressos para análise de indicadores e desempenho;
  • Notas Fiscais;
  • Boletins informativos;
  • Folhas de ponto;
  • E demais ações que promovam a circulação de papéis.

2. Utilizando ferramentas do SOC para consultas médicas por vídeo

Para empresas de SST, há ferramentas disponíveis que visam o atendimento totalmente por vídeo. Uma consulta virtual agiliza o processo de atendimento dos colaboradores, otimiza o tempo e garante a segurança dos mesmos.

Quando o atendimento é finalizado, o médico poderá assinar a ASO digitalmente no SOCGED, onde pode ser feito o download do laudo, enviando os documentos através de e-mail para o próprio colaborador ou ao RH da empresa.

3. Ordem de serviço

Observando o ambiente para verificar o índice de segurança e saúde no trabalho, é possível elaborar ordens de serviço (NRI), dando ciência aos empregados por comunicados, cartazes e meios eletrônicos sobre os cuidados a serem seguidos para evitar contágio e transmissão do Coronavírus, como também os riscos e perigos das tarefas a serem executadas.

Conclusão

Conforme descrito acima, o novo cenário pós-coronavírus trará mudanças estruturais e tecnológicas no meio organizacional, prezando pelo bem-estar e a saúde dos colaboradores. É importante utilizar a tecnologia para tornar serviços cada vez mais digitais, garantindo mais segurança aos empregados e otimizando ainda mais a rotina do seu negócio.

Agora que você sabe como se preparar para voltar ao mercado de forma segura, acesse o nosso site e conheça o SOC, um software tecnológico capaz tornar sua gestão de SST ativa, remota e segura.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios.