EPI’s mais comuns no setor da Saúde Ocupacional

Saúde Ocupacional - 01/07/2020

De acordo com a Saúde Ocupacional, os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) são obrigatórios em qualquer ambiente de trabalho que tenha riscos à saúde de seus trabalhadores. Acompanhe abaixo os EPI’s mais comuns no setor da Saúde Ocupacional.

EPI's mais comuns no setor da Saúde OcupacionalDentro de um ambiente de trabalho, a Saúde Ocupacional trabalha na prevenção de doenças e demais riscos à saúde dos trabalhadores. Para isso, o setor faz uso de regras específicas, entre elas, a obrigatoriedade do uso dos Equipamentos de Proteção Individual, os EPI’s, aparatos com a função de prevenir qualquer risco à saúde do profissional em seu ambiente de trabalho.

Na Saúde Ocupacional, os EPI’s vêm em várias formas e são de uso indispensável para os profissionais, assim como de distribuição obrigatória por parte da empresa. Quer saber quais são? Então, continue a leitura e descubra os EPI’s mais comuns no setor da Saúde Ocupacional.

Luvas

Um dos EPI’s mais básicos em qualquer ambiente de trabalho que possua algum risco à saúde e integridade física do trabalhador. As luvas devem ser de boa qualidade, tamanho adequado e precisam ser distribuídas em quantidade suficiente nos postos de trabalho.

Esse tipo de EPI deve ser resistente o suficiente para garantir proteção contra riscos biológicos e químicos. Independente do material, luvas em ambientes hospitalares devem ser sempre descartadas após o uso.

Máscaras

Máscaras são um dos EPI’s mais comuns e indispensáveis, especialmente dentro de hospitais, clínicas e em trabalhos que envolvam químicos de alguma natureza. Existem diversas máscaras, com diferentes graus de proteção, sejam cirúrgicas ou apenas para filtrar o ar. Mas independentemente do tipo, a função do EPI, assim como dos outros, é resguardar a saúde do portador.

Toucas

Outro EPI muito comum na Saúde Ocupacional. Toucas são utilizadas, principalmente, para prevenir a queda de fios de cabelo em ambientes que devem ficar livres de qualquer contaminação. Assim como grande parte dos EPI’s, é importante tanto para a saúde do próprio profissional quanto para aqueles à sua volta.

Óculos

Utilizados como proteção extra para os olhos, esse equipamento de proteção individual é constituído de plástico rígido. Sua função é, basicamente, impedir a exposição de substâncias ou qualquer agente exterior de entrar em contato com os olhos. Este é um dos EPI’s de extrema importância para profissionais que manipulam equipamentos de riscos, como por exemplo, atividades de solda.

Máscara de proteção facial (Face Shield)

Um EPI que passou a ser bastante adotado atualmente por profissionais da saúde que trabalham no tratamento de casos do novo coronavírus. A máscara de proteção facial, protetor facial, ou só face shield – “escudo de rosto” – é uma tela de acrílico posicionada frente à face, que protege tanto o profissional quanto a pessoa próxima a ele da proliferação de germes pelo ar, além de também atuar na função de proteção de boca, olhos e nariz.

Calçados de proteção

Em ambientes onde atua a Saúde Ocupacional, o risco de contaminação é sempre presente. O calçado de proteção é um EPI comum em ambientes hospitalares, onde calçados vindos do exterior podem trazer germes, representando riscos à saúde de profissionais e outros que, no momento, residem no local. Esse EPI só deve ser utilizado nos respectivos locais de trabalho, além de ser constantemente higienizado após o uso.

Jalecos e aventais

Esses EPI’s são vestimentas de proteção utilizadas para proteger o profissional, e suas próprias roupas, do contato direto com agentes contaminadores. São EPI’s restritos ao ambiente de trabalho e não é recomendado utilizar em ambientes externos, sejam públicos ou não.

Estes foram os EPI’s mais comuns no setor de Saúde Ocupacional. Se você quiser mais informações sobre o assunto, não deixe de acessar nosso blog. Somos uma softwarehouse que possui as melhores ferramentas para sua gestão em Saúde Ocupacional. Não deixe de entrar em contato com nossa equipe comercial e descubra como podemos te ajudar!

Leia mais:

» Confira 4 características dos EPIs que podem aumentar ou diminuir sua eficácia

» Atestado de Saúde Ocupacional: conheça os diferentes tipos de ASO

» A relação entre ergonomia e o trabalho home office

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios.